FIERGSCIERGSSESISENAIIEL
27/6/2013
Canadá busca aproximação comercial com Estado
Foto: Dudu Leal

O Canadá, integrante do G7 − grupo que reúne as sete nações mais industrializadas e desenvolvidas do mundo −, busca uma aproximação econômica maior com o Rio Grande do Sul. Nessa semana, duas ações foram realizadas nessa direção e ocorreram na sede da FIERGS.

Na quarta-feira (26), diplomatas e representantes do governo canadense conheceram o potencial das indústrias gaúchas e, em especial, do setor de petróleo e gás no Estado. Liderada pelo embaixador daquele país no Brasil, Jamal Khokhar, a comitiva foi recebida pelo presidente da FIERGS, Heitor José Müller, e industriais.

Já no dia seguinte (27), as oportunidades e vantagens de negócios para indústrias gaúchas da área de alimentos e bebidas que se instalam na província de Ontário, no Canadá, foram os temas que nortearam a palestra do vice-presidente da Greater Toronto Marketing Alliance e da Ontario Food Cluster, Gerald Pisarzowski. O evento, promovido pelo Centro Internacional de Negócios (CIN-RS) do Sistema FIERGS, reuniu empresários que tiraram dúvidas e debateram sobre o assunto.

Durante a palestra, Pisarzowski apresentou o panorama da indústria de processamento de alimentos e bebidas de Ontário, localidade que possui o terceiro maior aglomerado de empreendimentoss do setor no Canadá, com 3,2 mil empresas que empregam 130 mil pessoas. Segundo ele, esses negócios geram uma renda de US$ 35 bilhões, representando 40% do total do faturamento industrial do país. Destacou ainda que entre os principais diferenciais para quem instala uma indústria em Ontário é o acesso a mais de 460 milhões de consumidores, pois o Canadá integra o Acordo de Livre Comércio da América do Norte (Alcan).

Entre as políticas governamentais para estimular a competitividade empresarial, citou a taxa do imposto combinado federal-provincial para a renda das sociedades de 26% (quase a metade em relação aos EUA), redução para zero de todas as tarifas aplicadas nos insumos relativos à fabricação e depreciação em linha reta de 50% por ano relativa ao equipamento para fabricação e processamento de alimentos. É possível abrir uma empresa em apenas cinco dias, fazendo um único procedimento. O Canadá, conforme Pisarzowski, possui ainda o mais baixo custo em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) entre os países do G7, o que estimulou a criação de 55 programas agroalimentares em universidades e escolas profissionalizantes.


 
SISTEMA FIERGS - (51) 3347 8787 - AV ASSIS BRASIL, 8787 PORTO ALEGRE/RS
Rede CINCONCEXParceirosLinksTermos de UsoMapa do SiteCadastre-seFale ConoscoTrabalhe Conosco

© CIN · Todos os direitos reservados